Continua bem

Surfista mais bem pago do mundo até pouco tempo atrás, Gabriel Medina perdeu o título para o havaiano John John Florence, que, segundo a revista Stab, faturou US$ 5,3 milhões (R$ 19,9 milhões) no ano passado, entre prêmios e patrocínios. No mesmo período, o brasileiro levou pra casa US$ 3,5 milhões (R$ 13,2 milhões), quantia suficiente para lhe garantir a segunda colocação em um ranking com os dez reis das ondas que mais faturaram em 2018.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *