Cadê o respeito?

Eder Meneghine

Eder Meneghine está magoadíssimo: passados mais de 30 dias do evento que Sylvia Jane Crivella comandou em prol da ABBR, no Palácio da Cidade, o decorador-banqueteiro não recebeu até hoje nenhum agradecimento por parte da primeira-dama (ou de sua equipe) por ter sido um dos colaboradores daquela noite beneficente. “Estou indignado! Com simpatia e espírito solidário, produzi um super arroz de pato para abrilhantar o tal evento, descolando no dia, inclusive, parte da minha equipe. Eu só queria mesmo um ‘obrigado'”, diz.

Aliás, o desabafo que Eder fez em seu Facebook sobre esse assunto vem rendendo contatos de jornalistas de grandes veículos da imprensa, que tentam entender melhor o assunto. Com todo esse bafafá, o “rei da Barra” já começa a cogitar candidatura a prefeito em 2020, a exemplo do que fez nos anos 90… Quem tem boa memória, lembra disso!

Foto: Daniel Martins

1 comentário

  1. ROSANE disse:

    A primeira dama tem feito vários agradecimentos a todos participantes, e lembrando que foi uma força uma união de todos para arrecadar fundos para a associação. Não faz bem fazer o bem e cobrar, visto que os agradecimentos foram feitos. Mais parece chilique maldoso. SORY.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *