Marcando posição

Luciano Huck resolveu se pronunciar em relação à guerra da vacina deflagrada por Jair Bolsonaro, ao vetar o pacto firmado pelo ministro Eduardo Pazuello em torno do imunizante da China produzido em São Paulo. “Quem não quer ver todos nós protegidos contra a Covid-19? Todos vacinados e a vida voltando a ser como era antes. Vencer o vírus é prioridade agora. Brigas políticas, negacionismos, paixões ideológicas, xenofobias e afins não devem se sobrepor à ciência neste momento”, escreveu o apresentador no Twitter.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *