Perda irreparável

O Brasil perdeu hoje, aos 58 anos, Alicinha Cavalcanti. Muito querida no eixo São Paulo-Rio, a promoter enfrentava nos últimos tempos uma doença degenerativa (e rara) chamada Afasia Progressiva Primária (APP). Ela estava internada no Hospital Albert Einstein. Foram mais de 30 anos organizando eventos e as listas de convidados de festas badaladas e do Camarote da Brahma, na Sapucaí. Alicinha começou a carreira em 1983, no Gallery, apadrinhada pelo proprietário da casa, José Victor Oliva.

Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *