Véu e grinalda

Atuando como cerimonialista há mais de uma década, Jaqueline Barreto vê 2020 como um ano praticamente perdido no setor de casamentos. Até as cerimônias de novembro e dezembro estão sendo reagendados para o ano que vem por conta das incertezas em torno da pandemia de covid-19. “Claro que os casamentos vão continuar acontecendo, mas de forma diferente, com número menor de convidados e celebrações ao ar livre, em praias, fazendas ou jardim da casa”, comenta. Jaqueline também aposta no aumento dos “elopement weddings”, que é quando a troca de alianças é feita sem a presença de convidados.

Foto: Divulgação

1 comentário

  1. Obrigada Yuri!!
    Em 2021 será um ano de muitas celebrações!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *